Abóbora refogada com peixe, alcaparras e azeitonas

por Tatiana Zanardi
0 Comentário

Receita de peixe com abóbora, azeitonas e alcaparras

Esta receita de abóbora refogada é diferente de todas que você já viu! Super saudável e fácil de fazer,  é um prato completo, pois além da abóbora tem filés de… Imprima a receita
Serve: 4 Tempo total de preparo: Tempo de forno ou fogão:
Avaliação 5.0/5
( 2 Notas )

Ingredientes

  • 6 filés de cavala ou outro pescado firme, sem espinho e que seja sustentável
  • 2 tomates grandes maduros
  • 1 xícara de tomates cereja
  • 1/2 xícara de azeitona preta picada
  • 1/4 xícara de alcaparra
  • 1/3 de uma abóbora japonesa, seca ou paulista (se for grande, diminuir a quantidade)
  • 1 punhado de salsinha fresca picada
  • 1 cebola pequena
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem de oliva
  • 1/2 colher café de manteiga
  • Sal marinho a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 1 colher sopa de alecrim
  • 1 colher sopa de tomilho

Modo de Preparo

Temperar os filés de peixe com sal marinho e pimenta do reino e reservar por meia hora, na geladeira.

Cortar a abóbora ao meio, retirar as sementes e colocar com a casa para cima em uma assadeira com papel alumínio. Colocar no forno. Será utilizado somente parte desta abóbora, e o restante poderá ser aproveitado em caldo ou doce.

Cortar em pedaços pequenos os tomates grandes, e em rodelinhas os tomates cereja. Cortar a salsinha Reservar tudo separadamente.

Picar as cebolas em pedaços finos e pequenos.

Colocar o azeite e a manteiga em uma panela grande, baixa, e aquecer. Acrescentar a cebola e refogar até ficar bem macia, mais transparente.

Acrescentar o tomate maduro, mexer e tampar.  Cozinhar 10 minutos em fogo baixo.

Acrescentar o peixe, jogar um pouco de tomate sobre os filés. Tampar e manter em fogo baixo.

Enquanto isso, tirar a abóbora do forno, descascar e cortar em pedaços médios. Acrescentar na panela, entre os filés de peixe.

Adicionar a azeitona preta, alcaparra e tomate cereja, assim como o alecrim e  tomilho. Acrescentar pimenta do reino e sal a gosto, experimentando antes pois a alcaparra já deixará o molho salgado.

Ver o ponto da abóbora, não poderá ficar muito mole, e o peixe deve estar cozido e saboroso. Tempo de cozimento total em fogo baixo aproximadamente 30 minutos.

Desligar. Acrescentar a salsinha e servir.

Esta receita de abóbora refogada é diferente de todas que você já viu! Super saudável e fácil de fazer,  é um prato completo, pois além da abóbora tem filés de peixe, alcaparras, tomate, azeitonas e ervas. O modo de preparo leva aproximadamente uma hora.

Abóbora refogada: benefícios para a sua saúde

Além de ser rica em carboidratos, é também rica em fibras, que provocam sensação de saciedade e ajudam no funcionamento do intestino. Alguns dos minerais que possui, o magnésio e o zinco, juntos fortalecem ossos e dentes. O alfa e beta caroteno (que dão a cor alaranjada) atuam como antixoxidantes. O betacaroteno que se transforma em vitamina A, é essencial para olhos e pele.

Nesta receita usarei o miolo da abóbora, mas sua casca e sementes são muito saudáveis e podem ser consumidas. Se você secar as sementes e der uma torradinha no forno, transformam-se num delicioso aperitivo ou snack para durante o dia.

Fique de olho na sazonalidade

Porém é muito importante prestar atenção se está na época certa para abóbora refogada. E dar prioridade para a abóbora orgânica, livre de agrotóxicos, e por isso consuma nos meses  em que ela é colhida naturalmente. Os tipos recomendados para esta receita são as mais adocicadas, tais como abóbora japonesa ou cabotiã , seca ou paulista.

Abóbora refogada - Tipos de abóboras

 

Veja a melhor época para cada tipo de abóbora abaixo:

Abóbora refogada - tabela de sazonalidade

 

 Para ver a tabela completa de sazonalidade para frutas, legumes e verduras clique aqui. 

Saiba agora como escolher um peixe saudável e sustentável

Nesta receita utilizei o Wahoo, como é conhecido no Caribe, ou cavala no Brasil. Mas podem ser utilizados outros filés que sejam firmes, sem espinhos, carne macia, e que sejam sustentáveis. De forma alguma utilize cação, que é a mesma coisa que tubarão. É uma espécie ameaçada que não é saudável e nem sustentável.

Antes de comprar um pescado devemos nos informar sobre ele, ou seja, qual é o tipo de peixe, se tem em abundância no mar ou se sofre algum tipo de ameaça. Além disso, como é sua captura ou cultivo, e se tudo isso é feito de forma sustentável, que passou por todos critérios exigidos para ter o selo de certificação.

  1. Converse pelo messenger com o  #chatbot do Guia de Pescados, um robô para quem você informa o nome da espécie e ele te diz se está na lista verde (com apetite), amarela (coma com moderação) ou vermelha (evite).
  2. Consulte a tabelinha do Guia de Pescados que estamos disponibilizando abaixo:
    Abóbora refogada - Guia de Pescado
  3. Baixe o APP do Seafood Watch produzido pelo Aquário de Monterey, na California, e digite o nome da espécie. Veja o resultado que obtive quando pesquisei sobre o Wahoo (cavala):
abóbora refogada - recomendação de pescado do Seafood Watch

Recomendação do Seafood Watch para o Wahoo / Cavala

 

Dicas diretamente da cozinha do barco para você:

  • Tempere com sal e pimenta, não precisa colocar limão no peixe. Quando colocamos limão ele já começa a cozinhar o peixe e pode ficar um pouco mais duro.
  • Cozinhar em fogo baixo ou fogo médio, para que o sabor da abóbora e dos temperos passem para o peixe sem secar o molho.
  • Aqueça o óleo de azeite de oliva extra virgem com um pouco de manteiga, para dourar bem a cebola sem queimá-la.
  • A casca da abóbora é dura e difícil de descascar quando crua. Minha dica é colocar no forno até ela amolecer e ficar fácil de descascar. Você pode também lavar bem a abóbora e deixa-la com a casca, que é muito saudável.

Vamos ver agora a receita completa?

Você também pode gostar

Deixe um comentário