Peixe a belle meunière: simples e muito gostoso

por Tatiana Zanardi
0 Comentário
Peixe a belle meunière

Peixe a belle meunière

Peixe a belle meunière: mais fácil do que você imagina! Mas quem é afinal a Belle Meuniere? Era a esposa do moleiro (pessoa que operava o moinho de trigo na… Imprima a receita
Serve: 2 Tempo total de preparo: Tempo de forno ou fogão:
Avaliação 5.0/5
( 1 Notas )

Ingredientes

  • 4 filés de peixe sustentável
  • 8 cogumelos paris grandes
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 100g de farinha de trigo
  • 1/2 colher de sopa de alho em pó
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Salsinha picada, pimenta do reino e sal a gosto

Modo de Preparo

Tempere os filés de peixe com sal e pimenta do reino e reserve.

Limpe os cogumelos com uma folha de papel toalha e fatie.

Passe os filés de peixe na farinha de trigo (pode ser integral). 

Aqueça em uma frigideira anti aderente 1 colher de manteiga e 1 colher de azeite. Coloque os filés de peixe e frite em fogo medio até dourar. Vire e frite do outro lado. Reserve. 

Na mesma frigideira aqueça 2 colheres de manteiga, acrescente os cogumelos, a salsinha, o alho em pó e salpique um pouco de sal. Mexa e tampe, até os cogumelos murcharem e ficarem macios (por volta de 5 minutos). 

Jogue os cogumelos sobre os filés de peixe e bom apetite!

Peixe a belle meunière: mais fácil do que você imagina!

Mas quem é afinal a Belle Meuniere? Era a esposa do moleiro (pessoa que operava o moinho de trigo na França do sec XIX) e que tinha tanta farinha de trigo em casa que começou a empanar os peixes antes de fritá-los, para ficarem mais firmes. A receita evoluiu, acrescentando champignons e alcaparras, e algumas vezes camarões também. 

Cogumelo paris

Cogumelo paris

Utilizei cogumelos Paris, que acho mais saborosos, e desta vez não coloquei alcaparras e camarões, que aparecem em várias receitas. Estávamos em uma baía deserta, longe da cidade, então improvisei com o que tinha a bordo. Utilizei uma frigideira antiaderente para fritar os filés de peixe passados na farinha de trigo, com pouco azeite e pouca manteiga.

Acredito que uma refeição leve não é carregada em nenhum ingrediente, nada em exagero. Por este motivo tento manter o equilíbrio entre quantidade e sabor, para que fique saboroso sem ficar pesado.

Que peixe utilizar?

Salmão ao molho de maracujá - selo de certificação da BAP

Selo de certificação da BAP

Normalmente é utilizado o linguado, mas segundo o Guia de Pescados o linguado-branco faz parte da Lista Amarela, ou seja, “ coma com moderação” . Em lugares frios a truta é uma boa alternativa. Aqui no Caribe o único linguado que tem é o pequeno, ornamental, que não é consumido. Por isso comprei uma tilápia certificada da BAP (Best Aquaculture Practices) no mercado, pois esta receita fica boa com filés finos. No blog você poderá ter mais informações sobre pescado sustentável e certificado

 

Você também pode gostar

Deixe um comentário